5827813.3a81a9f.93b0415d0c1e41d8b1d22da355145332
cachorro ansioso

CACHORRO HIPERATIVO, COMO LIDAR?

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someonePrint this pagePin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+

Saiba como lidar com um cachorro hiperativo!

Se você tem um cachorro hiperativo, que não sossega um segundo,  não consegue ficar deitado e quieto recebendo carinho por um período maior ou que se deixado sozinho vem à tona aquele comportamento destruidor que não poupa móveis nem plantas, as dicas a seguir vão te ajudar a entender o seu cachorro.

Se seu cachorro age assim, possivelmente ele sofre de ansiedade. A ansiedade nos cachorros faz com que eles fiquem o tempo todo tentando chamar a atenção de seus donos, sem nunca relaxarem. Aliás, eles só param quando ficam exaustos, e raros são os donos que conseguem lidar com isso da maneira correta.

Porque um cachorro se torna ansioso?

Certamente não existe uma causa sozinha que determine isso, mas alguns fatores, sem dúvida alguma, aumentam a probabilidade de que isso ocorra.

O ambiente, por exemplo, é fundamental. É muito difícil encontrar um cachorro que tenha uma razoável estabilidade emocional que fique sozinho em casa o dia inteiro. E todos nós sabemos que, infelizmente, essa é uma situação muito comum na vida desses animais.

Companhia

Mais do que espaço em abundância, cachorros precisam de….companhia!

Um cachorro que, por exemplo, fica vários dias preso em um quintal sem contato com seu dono está muito mais propício a desenvolver um quadro de alta ansiedade. O cachorro, por sua vez, reagirá de todas as formas na tentativa de chamar a atenção de seu dono, mesmo que seja de uma forma negativa.

E aí, um ciclo vicioso acontece. O  dono se afasta do cachorro por causa desse comportamento inadequado. Isso gera mais ansiedade no cachorro, que desenvolve comportamentos inadequados que, por sua vez, afastam cada vez mais o dono. E por aí vai.

Outro fator que contribui para o quadro de ansiedade é uma rotina sem distração. Nada pior para um cachorro do que a total falta de atividade. Ora, cachorros precisam de distração, precisam brincar. Aqueles que não fazem nada só acumulam e canalizam energia para soltar tudo em um momento único: a hora em que o dono abre a porta de casa voltando do trabalho.

Como lidar?

Mas…isso tem solução? Claro!

Antes de qualquer outra coisa, esse dono precisa se posicionar como líder, deixando seus desejos mais claros para o cachorro.

O dono também é o responsável por estimular em seu cachorro um comportamento mais calmo. Se você só der atenção ao seu cachorro quando ele estiver latindo, ou fazendo muita bagunça, a que conclusão você acha que ele vai chegar?

Se você começar a falar um pouco mais baixo, isso fará com que o o cachorro tenha que ficar menos agitado para poder ouvir o que você está falando. Se gritar, é pior. Isso só fará com que o cachorro passe a acreditar que a liderança será conseguida no grito (literalmente). E de que forma ele “grita”? Latindo! E alto!

Se falarmos baixo, isso não só fará com que seu cachorro hiperativo mude de comportamento para poder ouvir o que falamos, mas também permitirá que ele comece a se acostumar a ouvir suavemente a nossa voz. E ele vai adorar!

Quando ele ficar quieto, agrade-o de forma suave. Se ele se agitar, segure-o com firmeza e diga não. Assim que ele ficar parado novamente, faça carinho e fale baixinho. Isso fará com que ele associe ficar quietinho com carinho.

O dono de um cachorro hiperativo ativo deve evitar brincadeiras muito agitadas ou agressivas. O reforço deve ser em contato calmo, nem que para isso o cachorro, a princípio, tenha que ficar preso ou separado por um portão, só por alguns momentos. O importante é recompensar o cachorro sempre que ele se mostrar calmo e receptivo. Toda atitude mais bruta deve ser imediatamente recriminada.

Além disso, distrações como brinquedos para cachorro e passeios fazem toda a diferença para esses animais. O uso de peitoral e coleira para cachorro apropriados é essencial, e a guia para cachorro com amortecedor é indicada, para não machucar nem o dono, nem o cachorro.

Bom, resumindo: a associação é simples….ficou calmo? Terá a sua atenção e, quem sabe, até um petisco?


Zee.Dog

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someonePrint this pagePin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+

Comentários

SE VOCÊ CURTIU ESSE POST, INSCREVA-SE E SAIBA MUITO MAIS.

Promoções, dicas de nutrição, lugares, comportamento e mais, direto na sua caixa de e-mail.