5827813.3a81a9f.93b0415d0c1e41d8b1d22da355145332

PRECISAMOS FALAR SOBRE DAKOTA.

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someonePrint this pagePin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+

Aprenda com a Dakota, uma cadela resgatada.

Desculpe o transtorno, mas precisamos falar de Dakota.

Dakota, 5 anos, mistura de Golden Retriver com Chow Chow, pelos dourados e rabo peludo… sorriso banguela.

A Dakota é uma cadela que já está em seu segundo dono. Ela foi resgatada dos maus tratos do dono anterior que a deixou 5 anos presa em uma corrente tão pesada que a fez perder a pelagem do pescoço. Após inúmeras tentativas de roer essa tal corrente, ela quebrou vários dentes – e formou seu sorriso banguela.

Se engana quem pensa que essa é uma história triste. Se engana quem pensa que a Dakota é um cachorro agressivo ou antissocial. Se engana quem não está atento à lição de vida que cachorros dão todos os dias. Dessa vez, aprendemos sobre uma atitude simples mas que move montanhas: o perdão.

Dakota sofreu tanto que mal sabe o que é ser cachorro e eu me sinto muitíssimo honrada em ter a oportunidade de ensinar isso a ela. Ensinar ela a brincar, a correr. Nas nossas últimas peripécias, a Dakota aprendeu até a andar de skate ao meu lado (quem assistiu nossa invasão no instagram da Zee? A peluda é um sucesso internacional!).

O que é mais incrível é que, enquanto ela aprende o que é “ser feliz”, eu aprendo o que é “ser simples”, o que é “amar” – e aprendo a perdoar. A Dakota nunca, NUNCA se mostrou magoada com os humanos. Triste, talvez, mas sem rancor algum. Os cachorros amam e querem ser amados, e é esse amor que cura tudo. Com toda simplicidade do mundo, o amor dela não vem atrelado a uma viagem a Paris ou um jantar caro, tampouco uma exigência de demonstração pública em rede social. O amor dos cachorros é simples; tudo o que eles querem é um carinho na barriga e alguém para falar com uma voz maravilhosamente ridícula.

Lembra aquela frase “toda pessoa que você conhece está enfrentando uma batalha que você desconhece – seja gentil!”? Essa é a Dakota. Cara de filhote que, mesmo com um passado de doer o coração, ainda consegue ter um sorriso (banguela). Capaz de nos fazer abrir um outro sorriso quando presenciamos ela aprendendo alguma coisa (por mais que essa coisa seja tão simples quanto correr atrás de um pombo na praia).

Essa cadela poliglota deu a volta por cima e mostrou que o que cura é o amor.

E você? O que aprendeu com seu cachorro hoje?

Escrito por Mell Dillor
personal trainer de cachorros

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someonePrint this pagePin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+

Comentários

SE VOCÊ CURTIU ESSE POST, INSCREVA-SE E SAIBA MUITO MAIS.

Promoções, dicas de nutrição, lugares, comportamento e mais, direto na sua caixa de e-mail.