5827813.3a81a9f.93b0415d0c1e41d8b1d22da355145332

MESMO NO CALOR, NÃO TOSE SEU CACHORRO

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someonePrint this pagePin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+

Mesmo que você esteja morrendo de calor, não tose seu cachorro, pode atrapalhar mais do que ajudar!

 

Se você respondeu – mentalmente – que vai caprichar na água fresca e refrescar o piso de casa, acertou!

Isso é o que você pode fazer.

Mesmo que ele tenha pelos compridos, não tose seu cachorro! Acredite, isso só vai piorar, e vamos explicar pra você o porquê.

O mecanismo de compensação térmica dos cães é completamente diferente do nosso. Quando está quente, nossa pele transpira, certo? Certo! E assim, o suor liberado sobre a pele evapora, roubando calor do corpo e abaixando a nossa temperatura.

Com os cães funciona de outro jeito, já que eles não transpiram pela pele, a regulação da temperatura do corpo do cachorro é feita através da boca. Quando eles ficam ofegantes, quer dizer que estão expulsando o ar quente do corpo e diminuindo assim a sua temperatura interna. Por sinal, é um controle de temperatura bem menos eficiente que o nosso. Por isso, devemos sempre oferecer água e um ambiente que seja o mais fresco possível. O uso de comedouros para cachorro é essencial para saúde deles. Os comedouros portáteis para cachorro, o que facilita, caso seu cachorro fique ofegante e com calor durante o passeio.

Embora muitas pessoas não saibam, o pelo protege o cão do frio e do calor, atuando como um isolante térmico. Por isso, não tose seu cachorro, isso pode atrapalhar mais que ajudar.

É perfeitamente compreensível que alguns donos de cachorros, em meio ao calor, pensem que seus cães estejam sofrendo por causa de excesso de pelos, e procurem descobrir qual a melhor tosa no calor. “Sinto um calor incrível, se eu tivesse que andar com um casaco de pele, acho que morreria.” Morreríamos mesmo, afinal, dissipamos o calor pela pele.

Mas, quando compreendemos a fisiologia da dissipação do calor nos cães, concluímos que tosar não ajuda e sim, pode acabar piorando o problema.

 

Via: Seu Buldogue Francês

 

*A Zee.Dog indica que procure um veterinário para se certificar do que é melhor para seu cachorro.

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someonePrint this pagePin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+

Comentários

SE VOCÊ CURTIU ESSE POST, INSCREVA-SE E SAIBA MUITO MAIS.

Promoções, dicas de nutrição, lugares, comportamento e mais, direto na sua caixa de e-mail.