5827813.3a81a9f.93b0415d0c1e41d8b1d22da355145332

HISTÓRIAS DAS NOSSAS ESTAMPAS: FLAMINGO

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someonePrint this pagePin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+

Por que FLAMINGO?

Adoramos as histórias das nossas estampas. Sempre que começamos o processo de criação das novas coleções, gostamos de envolver todo mundo aqui na Zee.

Do presidente, passando pelo time de marketing, design, financeiro, administrativo, a nossa querida faxineira Dona Maria, o “Seu” Rubens, porteiro do prédio, o rapaz que vende bala na porta da escola aqui do lado, o carteiro Paulinho e, às vezes, os estagiários.

Mas só às vezes, porque também não dá pra envolver qualquer um, né?

Numa dessas semanas de fechamento de coleção, estávamos à procura de novas idéias. Cada um sugeria centenas de temas diferentes, mas nada emplacava.

Eis que resolvemos pedir uma pizza, já que estava ficando tarde e, além do mais, era 3ª feira! E daí? Ora, e daí que 3ª feira você compra uma e leva duas!

As pizzas de 3ª feira eram sempre entregues pelo mesmo rapazinho. Alto, magrinho, com óculos de lentes exageradamente grossas para a pouca idade que aparentava ter. Nicolau sempre tinha um sorriso no rosto quando a porta abria, mas isso era o máximo que sua timidez permitia. Nunca ninguém ali nunca tinha ouvido a voz do simpático Nic, como todos aqui na Zee o chamavam.

Nessa 3ª feira especificamente, estávamos na sala de reunião quando a campainha tocou. Geralmente, vamos todos dar um alô para o Nic, mas por estarmos no meio de uma teleconferência, mandamos um estagiário ir atendê-lo e receber a pizza. Ao sair da sala, pedimos para ele: “Hey…aproveita e pergunta pro Nicolau se ele tem alguma sugestão de estampa!”.

O estagiário saiu da sala e, alguns minutos depois, voltou com as pizzas. Assim que entrou, largou as pizzas sobre a mesa e, com um sorriso de orelha a orelha, disse: “Perguntei pro Nic se ele tinha uma sugestão de estampa, e ele deu uma idéia surpreendente, completamente fora da caixa, que acho que vocês vão amar: FLAMINGO!”

Não houve nem necessidade de votação! Foi aprovação imediata. Em 2 horas a arte estava pronta e sendo enviada para a fábrica. Em 10 dias já tínhamos as primeiras amostras na mão.

Até que chegou uma outra 3ª feira e, mais uma vez, pedimos pizzas. Mas nem era porque estávamos com fome, mas sim para dar ao Nicolau um presente em agradecimento pela idéia. Como nunca havíamos conversado com ele, pois ele nunca abria a boca, resolvemos colocar uma gratificação em dinheiro em um envelope especialmente customizado com a estampa FLAMINGO, que ele havia ajudado a criar.

Ao tocar a campainha, estávamos todos ansiosos para ver a reação do rapaz. Abrimos a porta e, junto, gritamos “Obrigadoooo, Nicolaaaau”, ao mesmo tempo em que entregávamos a ele o envelope.

Muito envergonhado, ele abriu o envelope, viu o dinheiro, e leu a cartinha que carinhosamente tínhamos escrito à mão.

Visivelmente emocionado, olha em direção a todos, e diz em voz alta:  Mããããto obigáááádu!

Nicolau era fanho. Muito fanho.

E flamenguista doente.

 


por Zee.Daily

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someonePrint this pagePin on PinterestShare on LinkedInShare on Google+

Comentários

SE VOCÊ CURTIU ESSE POST, INSCREVA-SE E SAIBA MUITO MAIS.

Promoções, dicas de nutrição, lugares, comportamento e mais, direto na sua caixa de e-mail.